Cartografia Escolar

A cartografia da sala de aula

Cartografia Escolar – maquete do Brasil. Como Fazer!

Alguns mapas 3DMapa Brasil 3D outra dupla boa

Alto relevo Brasil..Sempre na filosofia: cada aluno faz o seu… (esse do meio ficou lindo, pena que a foto não lhe faz justiça…). Todas feitas por alunos dos 7ºs anos (antigas 6ªs séries)!

Belo Horizonte – Fevereiro/ Abril e maio de 2013 2014

Repeti o trabalho em 2015 com outras turmas  e em todos os casos trabalhei curvas de nível, desde os mapas mais simples até chegar às abstrações de um mapa hipsométrico que não traz todas as curvas, mas, sim classes de altitudes, como esse de baixo:

mapa trabalhado por todos os alunos (7ºano 2015 - EMPPedro Guerra)

mapa trabalhado por todos os alunos (7ºano 2015 – EMPPedro Guerra)

Como fazer “maquete” – ou mapa em alto relevo – do relevo do Brasil a partir de um mapa físico. Por Eugênio Pacceli da Fonseca.

Essa página sim, podem me acusar, é mais do mesmo. Mas promessa é dívida. Prometi há muito tempo fazer e facilitar com que colegas fizessem o mapa em alto relevo das altitudes do Brasil a partir de um mapa físico do mesmo. Como em 2013 estou lecionando para o sétimo ano (antiga 6ª série) dessa vez não escapo. Estou preparando nesse carnaval o material para que eles façam o tal mapa 3D do Brasil (acima foto de alguns resultados, já no mês de abril). Convido a quem quiser me acompanhar na empreitada. Vou disponibilizando aqui o material que for preparando e você, querendo, vai fazendo o seu e quem sabe daqui a alguns meses meus e seus alunos terão o tal mapa pronto (minha filosofia continua: cada aluno faz o seu, nada de trabalho em grupo…).

Obviamente tenho que ensinar antes os princípios das curvas de nível. Nem comecei isso ainda, portanto, a “maquete” , ou melho o mapa 3D, ou em alto relevo ainda demora…

O primeiro passo foi achar um mapa hipsométrico que me agradasse. Não foi tão fácil quanto parecia. O mapa origem de tudo será esse aí abaixo (veja fonte):

brasil altitudesAchei o dito cujo no Google imagens digitando: mapa de altitudes do Brasil.

Cuidado não usem o mapinha imediatamente abaixo, vejo pela internet que ele tem sido usado na confecção de maquetes das altitudes do Brasil, mas ele apresenta erro grave: o Pantanal do Mato Grosso está representado em cor relativa à altitudes elevadas e deveria estar de verde, altitudes baixas:

MAPA ERRADO

O segundo passo é reforçar as curvas de nível, que no caso são os limites entre os níveis altimétricos. A que separa o verde do amarelo é a curva de 200 metros; a que separa o amarelo do laranja é a curva de 400 metros; a que separa o laranha do marrom é a curva de 800 metros; a que separa a que separa o marrom do marrom quase preto é a curva de 1200 metros.

Estou reforçando para depois excluir as cores e só ficar com as curvas. Continuo usando o antigo processador de imagens MGI. Meu filho “reformulou” meu computador e perdi o MGI que tinha. Procurei no Torrent e achei e baixei de graça novamente. Insisto em usá-lo por considerá-lo fácil. Amigável. Deve ser só costume. Veja como ficou.

Brasil altitudes 2.

Agora vou cancelar as cores. Faço isso clareando até as cores sumirem e depois escureço novamente:Brasil altitudes 3

Veja que ficaram fantasmas das cores e dos nomes. Vou apagá-los um pouco.

Ficou assim:

Brasil - limites dos níveis - curvas

Agora vou isolar curva por curva, fazendo as pranchas que o colégio reproduzirá para cada aluno.

Que fique claro:  para os alunos iniciantes é imprescindível trabalhar o mapa acima, por exemplo, pedindo para colorir; dando título e desenhando a legenda. Eles terão assim um mapa hipsométrico como referência.

Como imprimo as pranchas? R- Copio o mapa dessa página; colo no Paint; abro no menu “Arquivos” do Paint a opção “editar página para impressão”. Na caixa que se abre escolho: na orientação “retrato”. Zero todas as margens; centralizo verticalmente o desenho (anulo a opção horizontal) e finalmente na escala, ajusto para 79% do tamanho normal. Dou oK para essas mudanças (mantenho folha “A4” e o item “automático”).

A base:

Cor do emborrachado: Verde (só o pedacinho correspondente ao Lago Mirim, no extremo sul deverá ser pintado posteriormente de azul).

Note que corresponde a todo o território, afinal todo o Brasil está acima do nível do mar.

Brasil - base para mapa 3d

200 metros:

Cor do emborrachado: Amarelo

Colo a peça abaixo, sobre a peça acima, verde.

200 metros Brasil altimetria

400 metros:

Cor do emborrachado: laranja. Essas peças deverão ser coladas sobre as amarelas.

400 metros - Brasil altimetria800 metros e mais:

Note que essa prancha traz as altitudes acima de 800. As peças menores dentro das maiores são as de altitudes superiores a 1 200 metros. As maiores deverão ser cortadas em emborrachado marrom e coladas sobre as peças laranjas. Já as menorzinhas deverão ser da cor preta e coladas sobre as peças marrons.

800 e mais metros - Brasil altitudes

Agora é imprimir e começar a recortar as peças.

.Terminamos!

Pronto. Os alunos entregaram os trabalhos na semana que foi de 15 a 19 de abril.

Vejam alguns exemplares:

Maquete Brasil 40

.

Este aluno inverteu a legenda. Isso é muito comum – o aluno se preocupa tanto com o mapa que relaxa quando chega a hora do título ou da legenda… Faltou ainda o acento na palavra “Físico”…outro com legenda invertida

.

Alto relevo 28- Brasil 3d

Anúncios

16 Respostas to “Cartografia Escolar – maquete do Brasil. Como Fazer!”

  1. isabel said

    adorei , demais !!!!!

  2. Guilherme Mendes said

    Oi Professor Eugênioo , So eu o Guilherme Mendes . Tirei xerox dos mapa i vou levar o Trabalho pronto 😀

  3. Rodrigo said

    Professor, pode me ajudar? Não consigo fazer os cortes no isopor de cada desses desenhos…obrigado desde já.

    • mileumlivros said

      Olá,Rodrigo.Saudações.
      Você está usando qual técnica para cortar o isopor? Não sei sua sua idade, mas meus alunos de 13 anos usam agulha quente. Peça um adulto para te ajudar. Fazemos assim: com durex prendemos uma agulha em um lápis. Aquecemos a agulha na chama da vela e com ela cortamos o isopor… Claro que antes passamos o desenho para o isopor usando papel carbono.
      Se preferir, e eu recomendo isso, use emborrachado (E.V.A.) no lugar do isopor e recorte com tesoura mesmo.
      À disposição para novos esclarecimentos.
      Não desista!
      Atenciosamente.
      Eugênio.

  4. Milton Virgilio Pozze said

    Olá, Rodrigo !!!

    Já usei inúmeras vezes suas atividades em sala de aula, principalmente as maquetes.

    Agora vou fazer com os alunos um atlas com sobreposição de mapas.

    Como os mapas temáticos são, em sua maioria, coloridos, gostaria de saber onde você conseguiu

    o processador de Imagens mgi.

    Você poderia me enviar por email ou fornecer o site ?

    Obrigado,

    Milton –

    • mileumlivros said

      Olá, Milton. Saudações.
      Olha, meu filho só fica me criticando por ainda usar o MGI. É um processador ultrapassado, mas na minha opinião, muito, muito, mas muito amigável mesmo. Por coincidência também estou procurando por ele novamente. Achando posto aqui de imediato.
      Att.
      Eugênio.

  5. Gilson said

    Caro, você teria, por acaso, proposta de produção de maquetes utilizando a estrutura de relevo elaborada pelo professor Jurandyr Ross? Grato. Gilson Alves

    • mileumlivros said

      Olá, Gilson. Saudações.
      Ola, tenho algumas idéias nesse sentido. Criei até um modelo com curvas de nível que vai nesse sentido. Mas como trabalho em duas escolas públicas de ensino fundamental manhã e tarde, estou meio sem tempo. É só você vẽ que pouco tenho atualizado esse blog.
      Nas férias (que serão curtas devido a greve e copa) vou retomar esse projetinho.
      Obrigado pela atenção.
      Att.
      Eugênio.

  6. Ozeias Souza said

    Professora, você deve ter ouvido falar em Gisele Girard, professora de Cartografia, fui aluno dela aqui na UFES, e ela e você foram e são de muita contribuição para as minhas aulas. Parabéns, esse seu site nunca poderá acabar. Continue postando esses passo a passo. Ja fiz o mapa do ES, e da AMERICA DO SUL com meus alunos

  7. Sol mendes said

    Parabéns q trabalho lindo…estarei fazendo com meus alunos e depois posto as fotos e muitooooooo obrigado por nos fornecer passo a passo….sucesso na sua vida!!!!

  8. Sol mendes said

    Amigo não consigo achar como MGI
    Seria MGI fotos

    • mileumlivros said

      Olá, Sol. Saudações.
      Realmente o tal MGI ficou tão defasado que nem existe mais, e computadores mais novos nem o roda mais. Tenho lutado com outros processadores de imagens…
      Boa sorte.
      Eugênio.

  9. Genilda Rodrigues neto de Souza said

    Parabéns pelo trabalho! Obrigado pela contribuição estarei realizando com meus alunos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: