Cartografia Escolar

A cartografia da sala de aula

Mapa Perfurado

Julho/agosto 2011

Desenhando mapas no quadro negro.

por Eugênio Pacceli da Fonseca

Essa página vai demorar a ficar pronta. Vou melhorando aos poucos.É que as férias estão acabando…

Qualquer coisa, a tiro do ar.

Minha intenção aqui é auxiliar o professor a desenhar mapas mais bonitos nos quadros negros (antes que eles sejam extintos). Trata-se de desenhar mapas simples, como contornos de continentes, de países e de estados que o professor de Geografia está sempre esboçando no quadro negro para suas explicações.

Enfim é uma técnica simples e antiga: desenhe o mapa na maior escala que conseguir em papel  de sua preferência (usando a técnica do quadriculado, se não tiver acesso a computador e impressora; se tiver acesso imprima um em grande dimensão usando o página “o melhor site de geografia” ). Depois reforce o papel colando fita crepe sobre o desenho e/ou sob o desenho -atrás da folha- passando essa fita exatamente no contorno que vai ser desenhado no quadro. Esse reforço é porque o próximo passo é perfurar o contorno com um prego. Pronto está terminado o seu mapa. Na sala de aula é segurar com auxilio durex e de um aluno o mapa junto ao quadro e bater o apagador repleto de pó sobre o mapa, sobre os buracos abertos no contorno. O pó vai marcar o quadro, depois é tirar a seu mapa de papel e ligar os pontos de pó com o giz e seu mapa está pronto.

É longo de explicar mais é simples de fazer e é bastante funcional. Não requer material de difícil obtenção, nem nada. Vou fazer, fotografar e postar aqui

No excelente site  ” Material Cartografia Escolar” ( http://materialcartografiaescolar.arteblog.com.br/) ensinam a fazer coisa parecida, porém usando chapa de raio X e cortar com estilete  para fazer o gabarito. Funciona e é durável. No próprio site você consegue um gabarito (o modelo de um mapa já marcado para cortar).

Veja o mapa conseguido com a indicação da página “melhor site de geografia”.

Reforcei o papel colocando fita crepe sobre o contorno que quero desenhar no quadro.

.

Vejam que perfurei no contorno com um prosaico prego. Quanto mais os furos estiverem próximos uns dos outros, melhor. Só assim os menores recortes do contorno ficam registrados. Se não fiz isso no caso presente foi exclusivamente pela pressa…

,

..

Na falta de um quadro negro bati o apagador sobre o mapa perfurado no lado interno da porta de minha estante e obtive uma série de pontos, formados pelo pó do giz, pontos esses que depois  liguei. Eis aí a América do Sul. (Vocês me desculpem, mas como estava de férias, fiz na porta da estante mesmo, com brilho do sol e tudo mais, com a volta das aulas fotografarei num quadro negro de verdade…)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: